Parcerias mais longas entre clubes e fornecedoras

Semana passada, uma troca no fornecimento esportivo trouxe à tona um assunto bastante comentado aqui no Mantos do Futebol, as parcerias mais longas entre clubes e fornecedoras ao redor do mundo.

O Olympique de Marseille não vestirá mais a Adidas, empresa que está ao lado do clube desde 1974, apenas com um hiato de dois anos em 1993 e 1994, em época que o clube foi punido pela UEFA e a marca decidiu se afastar momentaneamente da equipe.

O mesmo assunto foi bastante abordado no Brasil em 2016, quando o Fluminense, que vestia Adidas desde 1996, resolveu trocar as três listras pela canadense Dryworld. A escolha não deu certo, tanto que o Tricolor das Laranjeiras já está acertado com a Under Armour para 2017, a parceria já foi anunciada e terá início em julho.

Mas quais seriam os acordos mais longevos em atividade no futebol mundial? Fomos pesquisar alguns casos e vamos deixar bem claro, o objetivo aqui não é fazer uma lista e sim elencar alguns exemplos, até porque seria muito difícil levantar quais são as parcerias mais longas no mundo todo (ou seja, se você lembrar de alguma que não está aqui na lista, comente para que possamos adicionar na matéria).

Confira abaixo, alguns clubes e fornecedoras que tem uma ligação muitas vezes até maior do que apenas a fabricação dos uniformes.

Bayern de Munique e Adidas – desde 1966

É até difícil falar do Bayern de Munique e não falar da Adidas. Juntos desde 1966 e com contrato até 2030, a fornecedora tem uma ligação tão forte com o clube que é dona inclusive de 9,4% das ações, ou seja, a probabilidade do Bayern e da Adidas continuarem por muito tempo este casamento, que em 2030 completará 64 anos, é muito grande.

 

RSC Anderlecht e Adidas – desde 1975

Poucos sabem, mas o clube belga é um dos parceiros mais longevos da fornecedora alemã tendo chegado ao Anderlecht em 1975, ou seja, a mais de 40 anos, e estando portanto ao lado da equipe na maior conquista de sua história, a Copa da UEFA em 1983 em cima do Benfica.

 

River Plate e Adidas – desde 1982

Uma das parcerias mais duradouras do futebol sul-americano pertence mais uma vez à Adidas e ao River Plate, clube argentino que ostenta as três listras em seu uniforme desde a temporada 1982. Em 2015, a marca alemã renovou o contrato com os Millonarios até 2021, o que proporcionou ao clube o maior contrato de fornecimento esportivo da Argentina.

 

PSG e Nike – desde 1989

O PSG foi um dos primeiros clubes que a Nike assumiu no futebol em 1989, substituindo a Adidas, ou seja, já são 28 anos de parceria. Em 2013, clube e fornecedora renovaram o acordo até 2022, apesar disso, o presidente do clube francês já deu entrevistas dizendo que já procurou a marca para renegociar os valores do atual contrato e tratar de uma provável renovação.

 

Rosenborg BK e Adidas – desde 1993

O Rosenborg FK está ao lado da Adidas há 24 anos, quando a marca alemã substituiu a Hummel no fornecimento de material esportivo do clube norueguês. A parceria celebrou 16 dos 24 títulos nacionais da equipe.

 

Boca Juniors e Nike – desde 1996

O Boca Juniors foi um dos primeiros clubes da Nike na América do Sul (Colo Colo usou em 1995), antes mesmo da seleção brasileira que assinou em 1996, mas teve a sua primeira camisa feita no ano de 1997.

De lá para cá, já são 21 anos de parceria e a curiosidade fica por conta da Nike ter substituído a Topper no fornecimento de material esportivo dos xeneizes.

 

Atlético-PR e Umbro – desde 1997

Com o fim da parceria do Fluminense com a Adidas, o Atlético-PR se tornou o clube brasileiro com o contrato mais longevo com uma fornecedora no país. A Umbro veste o Furacão desde 1997, ano em que substituiu a Rhumell, e nesta temporada a aliança completa 20 anos.

 

Benfica e Adidas – desde 1997

O Benfica e a Adidas protagonizam uma parceria das mais antigas do futebol mundial, no entanto um pequeno hiato durante a década de 90 faz com que os Encarnados só apareçam em 1997 na lista, ano em que o contrato foi retomado e as três listras substituíram a Olympic. Em 2014 a parceria foi renovada até 2021.

 

Inter de Milão e Nike – desde 1998

A Nike chegou à Inter de Milão em 1998, um ano depois da chegada de Ronaldo, um dos principais embaixadores da marca ao clube, em substituição à inglesa Umbro. Em 2013, a equipe anunciou a renovação do acordo com a marca por mais 10 anos, o que fará com que as partes fiquem juntas no mínimo 25 anos.

 

Milan e Adidas – desde 1998

No mesmo ano que a Nike chegou ao clube azul de Milão, a Adidas substituiu a Lotto no fornecimento esportivo do clube vermelho, o AC Milan.

Curiosamente, também em 2013, dois meses após a Inter renovar com a Nike, a Adidas anunciou a renovação do contrato com o clube rossonero também até 2023, e com valores maiores do que o do seu principal rival. Será que por lá a rivalidade é levada à sério?

 

Real Madrid e Adidas – desde 1998

A Adidas chegou ao Real Madrid em 1998 para substituir a espanhola Kelme. Desde então, a parceria entre os merengues e as três listras tem sido uma das mais vitoriosas do mundo. Em 2012, as partes renovaram o vínculo até 2020, o que garantirá ao menos 22 anos de parceria.

 

Barcelona e Nike – desde 1998

Outra parceria bastante vitoriosa é a da Nike com o Barcelona que chegou ao 1998 substituindo a italiana Kappa.

Foi ao lado da fornecedora norte-americana que o clube catalão vivenciou a sua época dourada que teve Ronaldinho Gaúcho e Messi como protagonistas.

Recentemente a Nike renovou o contrato com o Barcelona até 2028 e as cifras são as maiores já acordadas com um clube na história.

►Compre camisas de futebol na Fut Fanatics

Gostaram da matéria com as parcerias mais longas entre clubes e fornecedoras no mundo? Faltou alguma? Comente!